0

Tipos de vinho – Entenda como é feita a classificação

Descubra os diferentes tipos de vinho

Descubra os diferentes tipos de vinho

Antes de falar sobre os diferentes tipos de vinho, vamos entender um pouco sobre a origem desta agradável bebida.

A história não tem registro exato sobre a primeira produção de vinho, pois ela antecede ao surgimento da escrita.

Pinturas e alguns documentos encontrados no Egito detalham o processo de vinificação e o uso da bebida em encontros e comemorações entre 1.000 e 3.000 a.C. Existem também registros na bíblia cristã que descrevem o processo feito por Noé, do cultivo da uva até a produção do vinho.

Mas a bebida, produzida a partir da fermentação da uva evoluiu e hoje contempla uma grande variedade de aromas e texturas para satisfazer os paladares mais refinados.

Dá para identificar os tipos de vinho pela cor?

A resposta é sim! O senso comum classifica os tipos de vinho de acordo com a ​sua ​cor​ predominante:

Existem ainda as variações entre espumantes e frisantes, que são aqueles vinhos que ​retém gás carbônico​ durante​ o processo de fermentação.​

Como classificar os tipos de vinho pelo seu sabor?

​A simples classificação por cor não é suficiente para categorizar todos os tipos de vinho. O açúcar​ proveniente da própria uva e​ usado no processo de fermentação ​também ​serve para determinar outros ​estilos como:

  • Vinho doce
  • Vinho suave
  • Vinho meio-doce
  • Vinho meio-seco
  • Vinho seco

Por fim, o teor alcoólico também é usado para determinar outra classificação dos vinhos. Desta forma temos:

  • Vinhos de mesa​​
  • Vinhos de ​fortificados ou licorosos

Além destes detalhes que apontamos, existem as classificações​ ou denominações de origem​ que levam em conta a variedade de uva e o local em que ela foi plantada​. É assim na França, cada região é reconhecida por um tipo de vinho, como são os casos de Bordeaux e Burgundy, por exemplo.

Por fim, ​a diferente abordagem entre os ​países produtores clássicos de vinho e os novos gera uma forma de classificação dos vinhos. A bebida produzida na Europa é destacada por Velho Mundo, enquanto que os americanos, chilenos, brasileiros​, argentinos​, australianos, entre outros​.

0

Gastronomia – A origem dos Coquetéis

Desvendamos a origem dos coquetéis! Foto: Gladstone Campos.

Desvendamos a origem dos coquetéis! Foto: Gladstone Campos.

Fim de ano, verão, festas, amigos, familiares … Esta é uma época maravilhosa e devemos celebrar. Que tal surpreender os seus convidados servindo, antes de um bom vinho que acompanhará a refeição principal, alguns coquetéis de vinho especiais?

Você sabia que, provavelmente, os coquetéis surgiram na Idade Média, durantes as festas de Natal, quando era costume misturar sucos e frutas secas aos destilados e vinhos?

Porém, foi no período da Grande Recessão americana, entre as décadas de 20 e 30, quando foi imposta a Lei Seca nos Estados Unidos, que os coquetéis ficaram famosos e invadiram os principais pubs.

Misturar bebidas era a melhor alternativa para amenizar o terrível sabor dos destilados fabricados ilegalmente em fundos de quintal e também uma maneira de beber sem chamar a atenção das autoridades.

Mesmo com forte influência europeia e norte-americana, os coquetéis são resultado de fatores culturais regionais, costumes, clima e até modismos. Aqui no Brasil, por exemplo, temos a Caipirinha de cachaça como uma das principais referências.

Separe as frutas da estação, escolha seu destilado e prepare um ótimo coquetel. Qual o seu drink favorito?

Veja também como preparar alguns drinks em casa: