0

Vinhos espanhóis – experimente os rótulos Castillo Perelada

Os registros sobre a produção de vinho na Espanha são muito antigos, antes mesmo do domínio dos romanos sobre a região, superando a invasão dos bárbaros e árabes.

A Espanha é, proporcionalmente, o país com a maior área de vinhedos em todo o mundo. Mas a produção por lá vem passando por grandes transformações desde a década de 1990, com modernização desde o cultivo até a regulamentação do setor. Além de ter a maior área plantada (proporcional ao território), a Espanha hoje está presente também na lista dos principais produtores de vinho.

Atualmente, os vinhedos tem em sua maioria cepas brancas, dentre elas: Airén – a mais plantada e destinada ao brandy espanhol e vinhos simples – Albariño, Xarel-lo, Verdejo e Viura. Porém, os vinhos espanhóis ganharam maior destaque internacional por causa dos tintos. Dentre as uvas, são as locais que ganham destaque, como são os casos: Tempranillo, Garnacha, Monastrell, Cariñena, Graciano, Mencía e Mazuelo. Não podemos deixar de destacar também a produção local com uvas que tiveram fácil adaptação das plantações com Cabernet Sauvignon, Chardonnay, Merlot e Sauvignon Blanc.

Os vinhos espanhóis recebem algumas classificações, são elas:

  • Joven: vinho sem passagem por madeira, para ser consumido em um curto período.
  • Crianza: vinho envelhecido por pelo menos 6 meses em barril de carvalho e um ano na garrafa.
  • Reserva: vinho produzido a partir de safras selecionadas, envelhecido por pelo menos três anos, no caso dos tintos, e dois anos para os brancos.
  • Gran Reserva: vinho produzido a partir de safras de qualidade? excepcional?, envelhecido por pelo menos cinco anos, caso dos tintos, e quatro anos para os brancos.
Vinhos espanhóis - Finca Garbet, aonde é produzido o vinho de mesmo nome

Vinhos espanhóis – Finca Garbet, aonde é produzido o vinho de mesmo nome

Tratando de vinhos espanhóis, hoje vamos destacar a produção feita na região de Empordá, na Catalunha. De lá, a importadora Zahil traz para o Brasil os vinhos produzidos pela Castillo Perelada, uma vinícola sediada no castelo da cidade de Peralada e que produz vinhos tintos elegantes e profundos e cavas refrescantes, eleitos como favoritos muitas vezes por personagens tão importantes quanto o genial Salvador Dalí e a família real espanhola.

A vinícola Castillo Perelada usa uma mescla de uvas espanholas e francesas (a região está na fronteira entre os dois países) tais como Cabernet Sauvignon, Syrah, Grenache, Samsó (Cariñena), Monastrel e Merlot. Sua produção segue desde espumantes como é o caso do Cava Castillo Perelada Brut Reserva, até o mais sofisticado Finca Garbet, um tinto encorpado 100% Syrah, que vem do vinhedo com mesmo nome localizado à beira-mar.

Selecionamos alguns exemplares desta produção para você experimentar os vinhos espanhóis e tirar suas próprias conclusões.

Leia também:
Os saborosos vinhos da La Rioja Alta

Vinho Tratado com Respeito

Loading Facebook Comments ...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *